+55 (31) 3332.0544 / [email protected]

Como evitar restrições em seu CNPJ

Como evitar restrições em seu CNPJ

Por:Informa Contabil
Contabilidade em bh

24

out 2019

É inegável que a crise vivida há poucos anos reduziu a produtividade e deixou muitos negócios no vermelho, de maneira que diversas empresas tiveram seu CNPJ negativado. Sem contar que, com a quantidade de obrigações, muitos empresários, que não contaram com uma assessoria contábil especializada, também acabaram com seu CNPJ restrito. Tal situação pode trazer várias complicações para o empreendimento, até mesmo comprometer sua viabilidade. Se você possui alguma restrição ou até mesmo acabou de abrir uma empresa e não quer ficar com pendências, este artigo é para você. Saiba como proteger seu CNPJ, evitando que você pague multas para a Receita Federal, para o estado e a prefeitura de onde seu negócio está localizado. Confira!

Como proteger o seu CNPJ?

Quando você abre uma empresa, precisa estar consciente e conhecer todas as obrigações a que ela ficará sujeita. Há empreendedores que abrem o seu negócio, mas não têm noção da quantidade de deveres a cumprir. Já no mês seguinte devem entregar algumas obrigações referentes ao mês da abertura. Se, por exemplo, você abriu a sua empresa no dia 20 e dia 30 saiu o seu CNPJ. Independente de ter movimento ou não, você é obrigado a entregar algumas declarações para a Receita, e, às vezes, também para o estado e o município.

Se a sua empresa é comercial, você tem relacionamento com a Secretaria da Fazenda; então você também terá a Inscrição Estadual. Se a sua empresa é só prestação de serviços, você tem a Inscrição Municipal e relacionamento com a prefeitura. E todas elas têm ligação com o governo federal, que é a Receita Federal.

Como controlar isso?

Como ainda há muita burocracia, o ideal é que você procure um contador para que ele possa te auxiliar. O empreendedor deve ter um profissional dessa área acompanhando todo o processo para poder ajudá-lo.

Por que um contador?

Como já mencionado, muitos empreendedores não se dão conta da quantidade de obrigações que devem cumprir. Por exemplo: entrega de DCTF, entrega de EFD PIS e COFINS mensal, EFD ICMS. Será que você tem como aprender as particularidades dessas declarações? E o SEFIP (Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social), que você precisa entregar todo mês, relacionado aos pró-labores folhas de pagamento para gerar FGTS e INSS? É claro que você pode aprender, mas será que você vai gastar seu precioso e corrido tempo para fazer isso? Acho que não.

Outro exemplo

Tem muita gente que presta serviço apenas, e contrata serviços de terceiros. Mas não sabe que é obrigada a pagar ISS. No estado de São Paulo, por exemplo, se você contratar uma empresa que está fora do município e prestou serviço para você lá, ela precisa ter um cadastro chamado CPOM de fora do município. Se ela não tiver esse cadastro, você é obrigado a fazer a retenção do ISS dela, mesmo que ela pague no outro município. Se você não fizer, pagará o valor integral para aquela pessoa. Porque você ficará com uma pendência na prefeitura e, quando você for pedir uma certidão, constará a dívida que você terá a obrigação de pagar, um serviço que foi prestado por outra empresa.

Ou seja, para você manter a regularidade, também deverá conhecer a legislação municipal e ver todas as obrigatoriedades em relação a isso.

Assessoria contábil é essencial

Então, empreendedor, é bem melhor ter a ajuda de um profissional da contabilidade acompanhando todo esse processo para poder te ajudar não é mesmo? Um contador que realmente vai te dar um suporte, pois estará acompanhando todo o seu dia a dia para manter a empresa regularizada e sem restrições.

Você precisa ter um escritório de contabilidade para manter a atualização de toda a legislação que precisa ser feita e, principalmente, de entregar todas as obrigações que precisam ser entregues. Caso contrário, haverá multa, ficando o seu CNPJ com restrições.

A falta de entrega de alguma declaração faz com que você mantenha sua empresa irregular, não podendo tirar uma Certidão Negativa para participar de algum processo de licitação ou de venda, dependendo do cliente que está comprando do seu produto, do seu serviço.

Se você quiser aprender tudo isso, você pode. Mas vai gastar muito tempo aprendendo algo que não é o seu dia a dia, que não é o seu principal objetivo; deixando de investir seu tempo, o seu conhecimento naquilo que realmente importa pra você, que é a sua atividade principal.

Dica

No Serasa, há um serviço que protege qualquer notificação do seu CPF e do seu CNPJ. Você pode cadastrar, é um serviço pago. É importante para o empreendedor ir monitorando o seu CNPJ porque, às vezes, ocorre uma dívida em nome da sua empresa e ele não tem conhecimento, pois se trata de uma fraude. Tendo conhecimento logo no início, fica mais fácil resolver.

Procure um serviço que monitore isso 24h para você, na sua Pessoa Física e Pessoa Jurídica para evitar essa dor de cabeça.

Conclusão

Como você pode observar, evitar restrições em seu CNPJ pode livrar você e sua empresa de uma série de complicações. Portanto, procure administrar o seu negócio de forma eficiente. Se a sua empresa tiver algum problema com o CNPJ, é fundamental regularizar essa situação o quanto antes. Procure uma assessoria contábil especializada.

Se precisar de ajuda fale conosco, nós da Contabilidade Belo Horizonte temos uma equipe altamente qualificada que poderá auxiliá-lo em todos os assuntos que envolvem a sua empresa, mantendo-a sempre em dia!

Contrate uma contabilidade em BH de confiança. Entre em  contato com a Informa Contábil. Solicite agora mesmo orçamento, retornamos rápido.

Compartilhe:

Rua Brumadinho, 210 – Bairro Prado – Belo Horizonte – MG – Brasil

+55 (31) 3332.0544

[email protected]

Segunda à Quinta: 08:00 – 18:00 Sexta Feira: 08:00 – 17:00

WhatsApp chat